Sindicato afirma

Zeladoras da prefeitura ganham menos que salário mínimo

16 de Abril de 2018 | Publicado por: Michel Souza

Ouça Agora

Na última semana a prefeitura de Cascavel anunciou uma possibilidade de terceirizar o serviço de limpeza pública na cidade. O anuncio do estudo fez com que as 840 zeladoras do município ficassem apreensivas.

O Sismuvel, que representa os servidores ligados ao Poder Executivo, criticou duramente a intenção da prefeitura, por meio do presidente da entidade, Ricieri D´Stefani Júnior que teme que a classe, que segundo ele já ganha menos que um salario mínimo, sofra ainda mais prejuízos e até mesmo o possível desemprego.

O Sindicato dos Servidores Públicos de Cascavel, afirma que é preciso discutir o assunto de forma ampla por meio de audiências públicas para que estes profissionais de limpeza possam emitir suas opiniões sobre o assunto. Ricieri relata uma falta de diálogo por parte da prefeitura de Cascavel.

Já o secretário de Planejamento e Gestão do município, Edson Zoreck garante que é cedo para discutir o assunto que ainda está em fase de estudo. Segundo ele o levantamento deve ficar pronto até o fim de abril, para que seja avaliada então, a viabilidade da terceirização, que segundo ele, não deve acarretar em prejuízos as profissionais.

Mande seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

feito com
icone criação de sites