Centro de Endoscopia do HU

Uma longa espera está perto do fim

14 de Abril de 2018 | Publicado por: cbncascavel

Ouça Agora

O Hospital Universitário do Oeste do Paraná abriu licitação para compra dos aparelhos que vão equipar o novo Centro de Endoscopia Disgestiva do Hospital e que vão garantir a realização de endoscopia e colonoscopia em Cascavel e região. Com isso, os mais de 3,3 mil pacientes que aguardam exames começarão a ser atendidos

A compra do equipamento que garante a eficiência dos exames foi garantida por emenda do deputado federal Alfredo Kaefer (PP-PR). Ainda no ano passado foram disponibilizados R$ 500 mil para aquisição do aparelho, mas o valor precisou ser revisto. Em uma primeira licitação, foi constatado que os equipamentos necessários têm custo mais elevado.

Por conta disso, uma nova emenda foi provisionada por Kaefer para o custeio do HU no que se refere às demandas do Centro de Endoscopia Digestiva. Além disso, haverá contrapartida de R$ 200 mil do hospital, o que vai garantir a compra de um equipamento com tecnologia de ponta para suprir a demanda pelos próximos 15 anos.

De acordo com o diretor administrativo do HUOP Edson Souza, “o que muda, apesar do custo [do equipamento] um pouco mais elevado, é o resultado do exame, que terá uma imagem mais nítida, uma qualidade maior. Vai facilitar o entendimento da doença, o diagnóstico, e permitir uma resolutividade muito maior”.

Economia

Com o funcionamento do Centro de Endoscopia Digestiva dentro do hospital, será possível economizar R$ 45 mil por mês, valor gasto hoje com empresa terceirizada que presta o serviço. Com o recurso, o diretor administrativo já pensa em fazer melhorias no hospital nas mais variadas áreas.

10ª Regional

O Centro de Endoscopia Digestiva do HUOP, que fará parte de um complexo centro de imagens, atenderá todos os meses em torno de 200 pacientes na área de abrangência da 10ª Regional de Saúde, sem contar a eliminação da fila de espera existente. “Esta é uma demanda de mais de 20 anos do hospital”, afirma Souza.

Vale lembrar que o HU atende a uma população de 2 milhões de habitantes. A equipe médica já está montada e conta com técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos. Para atender à demanda reprimida, o HU estuda com a Secretaria de Saúde de Cascavel um mutirão. Os exames serão feitos de forma gratuita e disponibilizados 24 horas, com escala de plantão.

Posteriormente, serão fechados convênios para o encaminhamento de pacientes do Cisop (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná). Neste caso, as tratativas ainda não foram iniciadas.

Mande seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

feito com
icone criação de sites